Uncategorized

O Que Achei do Curso de Conserto de Celular

Os celulares antigos eram coisas impressionantes, até os dias de hoje eles rendem algumas boas piadas. Isso porque trata-se de objetos extremamente resistentes e duradouros. As pessoas que usavam estes aparelhos simplesmente não reconheciam isso porque nunca tinham experimentado algo diferente, eles acreditavam que aquilo era norma, ter um celular que dura anos ou até mesmo décadas era o mínimo esperado pelas pessoas. Dentre os aparelhos de antigamente os que mais chamam a atenção são os modelos Nokia, a piada atual é que estes modelos são de fato indestrutíveis. Eu não estou certo sobre isso mas devo admitir que aquelas coisas realmente eram resistentes. Estamos falando de um aparelho que resiste a quedas sem mostrar sinais de danos. Porque você acha que nunca ninguém pensou nas películas de vidro no auge do uso de aparelhos como os modelos Nokia? Porque simplesmente não era necessário. Arranhões em celulares antigos não faziam parte da realidade. Outro fato interessante é a resistência e duração das baterias dos celulares antigos, as pessoas colocavam o celular para carregar até o nível máximo e com isso podiam passar dias, as vezes até semanas, sem ter que se preocupar com outra recarga. Mas tudo bem, isso não é tão impressionante quando pensamos que os celulares de antigamente não possuíam metade das funcionalidades presentes nos aparelhos de hoje e que as pessoas não passavam tanto tempo na frente dos celulares. Ainda assim, a resistência desse tipo de dispositivo é invejável, apenas para você ter uma ideia, no auge dos aparelhos modelo Nokia, não havia um mercado real voltado para a assistência técnica de celulares, ao menos nada comparado com o que vemos hoje.

O que nos chama a atenção é que gradativamente este cenário começou a mudar, os mais novos não sabem disso ou não perceberam essa mudança. Mas de repente os aparelhos foram ficando cada vez mais frágeis. De repente uma queda de uma altura não superior a um metro começou a ser um problema para os donos. Arranhões começaram a ser coisas comuns não importa qual o tipo de aparelho em questão. Sem falar que agora é comum as pessoas levarem consigo os carregadores celulares para onde quer que vão, seja escola, trabalho ou faculdade, eles levam o carregador porque sabem que provavelmente os seus aparelhos não consigam aguentar um dia inteiro sem pedir mais carga.

Este novo cenário trouxe uma série de mudanças que os mais novos já veem como comum e como a norma. Para começar, existe um forte mercado de assistência técnica para celulares. A coisa está tão séria que algumas empresas fabricantes de celulares monopolizam este setor através das lojas de assistência técnica autorizada. Chega a ser engraçado ver os fabricantes de celulares tão preocupados com a manutenção de lojas de assistência técnica. É como se eles já esperassem que os próprios produtos apresentem algum defeito sedo ou tarde. Uma outra mudança que este novo cenário trouxe foi a dinâmica da troca, hoje em dia é comum ver pessoas com menos de 20 anos que já tiveram mais de 10 aparelhos diferentes! Eles nem imaginam que isso seria considerado algo absurdo alguns anos atrás.

 

Um Rápido Depoimento

Eu sempre tive interesse em aparelhos eletrônicos, não estou falando apenas de celulares, estou falando de todo tipo de dispositivo eletrônico. Meu interesse nunca foi na parte técnica, eu achava que tudo isso era complicado e chato demais para investir meu tempo. A minha atenção sempre esteve voltado para a tecnologia, sempre queria ter em mãos o aparelho mais avançado e sofisticado. Eu nunca tive problemas em adquirir produtos por um preço considerado caro por muitos, não porque sou rico mas porque acredito que vale a pena. Ao menos para a maioria dos aparelhos eletrônicos que eu comprava. Infelizmente, os aparelhos celulares que eu comprava não duravam muito tempo sem apresentar defeitos. Para ser sincero, não acho que um celular meu tenha durado mais de um ano sem apresentar avarias, e olha que eu já comprei vários modelos. Essa foi uma situação frustrante que me acompanhou por anos e anos. As vezes o problema era algo simples como algum arranhão, as vezes um botão defeituoso. Infelizmente, coisas graves também aconteciam, algo como a tela do celular simplesmente parando de funcionar por completo. Eu não estou aqui para atacar os fabricantes de celulares, não me leve a mau, as vezes eu era o responsável por esse tipo de situação. Quando por exemplo, eu deixei meu celular cair de um ônibus em movimento (não me pergunte como), ou quando eu deixei meu celular cair numa pia cheia de água. Mesmo assim, a maioria dos casos eram defeitos que apareciam sem uma real causa aparente. O problema desse tipo de situação para mim era ter que pagar caro para alguém consertar o meu aparelho, eu já havia pagado alto pelo produto e ter que pagar quase o mesmo valor para concertá-lo não me parecia justo. Além disso, eu nunca gostei de lidar com técnicos, eles tentavam explicar o que aconteceu com meu celular de uma maneira que me parecia o seguinte: “Olhe esse problema é tão complexo que vamos ter que te cobrar esse preço”. Eu raramente entendia alguma coisa. Minha frustração foi tão grande que em certos momentos cheguei a cogitar simplesmente desistir de usar aparelhos recentes.

Felizmente, eu acabei esbarrando em uma solução muito mais interessante para os meus interesses. Tudo aconteceu quando comentei com um amigo meu que teria que levar o meu celular para a assistência técnica e ele me respondeu com a pergunta: Você gasta dinheiro com assistência técnica para celular? Eu respondi é claro, todo mundo faz isso de vez em quando não?

E ele replicou. Cara isso é coisa do passado, hoje em dia dá para concertar o celular sozinho.

Achei que ela estava falando sobre algum tutorial na internet e expliquei para ele que isso era besteira. Ele me explicou que as coisas não eram tão simples assim e me falou que tinha feito um curso online sobre conserto de celular. Imediatamente eu duvidei, para mim não havia como um sujeito aprender a concertar celulares só com uma curso de internet. Para provar o que ele estava falando, ele me pediu para deixar o celular com ele por um dia, eu entreguei o celular a ele e disse “Tudo Bem”, afinal de contas o que eu tinha a perder? O celular já estava quebrado e eu já tinha até pensado em jogá-lo fora.

No dia seguinte ele pareceu com o meu celular funcionando. Minha reação foi “Uau, como você fez isso”. E ele respondeu “É algo difícil de explicar, mas posso te colocar no caminho certo”.

Foi ai que eu conheci o curso Conserto de Celular, eu nunca acreditei em cursos online mas o meu amigo foi tão insistente e quando eu vi a página de vendas do curso notei que havia vários comentários positivos sobre o mesmo. Com isso, eu decidi dar uma tentativa, e foi ai que minha vida mudou.

Deixe-me explicar o porque…

Para começar eu não sabia muito bem o que esperar deste curso, foi o primeiro e até agora único curso online que já fiz. Se eu aprendesse a concerta os problemas básicos que os meus celulares normalmente apresentam, eu já estaria satisfeito.

Em vez disso, com o curso Conserto de Celular, eu aprendi a consertar telas, botões e câmeras, assim como as peças internas da maioria dos aparelhos celulares disponíveis. Que fique claro uma coisa, eu nunca imaginei que com um simples curso eu conseguiria trocar peças internas de aparelhos celulares mas quando eu percebi que conseguia fazer isso, eu me senti incrível. Após concluir o curso eu parei de visitar a assistência de técnica de celulares e consertar os meus aparelhos celulares por conta própria.

Minha vida tomou um novo caminho quando alguns colegas descobriram o que eu era capaz de fazer e logo começaram a me pedir para consertar os aparelhos celulares deles como um favor. Eram meus amigos por isso eu não cobrei um centavo. A coisa mudou quando uma garota que eu não conhecia me abordou no refeitório da faculdade. Ela me contou a sua história, disse ouviu falar que eu consertava celulares e que o celular dela havia quebrado e a assistência técnica pediu 200 reais para realizar o conserto. Ela não tinha os 200 reais mas me ofereceu 100 para realizar o conserto. Eu normalmente não cobrava por isso mas achei que se não cobrasse as pessoas não parariam de me pedir. Eu fiz o serviço, recebi o dinheiro e ela ficou satisfeita com o resultado. Mas algo inesperado aconteceu, mais pessoas começaram a aparecer e pedir por meus serviços. A demanda foi tamanha que meus amigos sugeriram que começasse a trabalhar com isso.

Eu estava no meio da faculdade mas vi na situação uma oportunidade de ouro. Hoje em dia tenho minha própria loja de manutenção de celular me ganho a vida com isso. E tudo começou com um curso para consertar celular.

2.7 (53.33%) 24 votes

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *